domingo, 12 de julho de 2015



A inspiração que esta foto gerou em mim fez nascer estes escritos que falam de coisas que me habitam.
 
Assim quero estar,
Com um serzinho de luz à amar
Num infinito amor em conexão com a floresta e todos os seus seres
Pulsando viva em mim, em nós.
Nos meus braços preenchidos de amor.
No útero verde que me protege,
Aos sons das cachoeiras e pássaros que nos regem,
Em nosso lar natural não quero voltar pro normal.

Com cores e flores
Com você assim quero estar,
No nosso verde lar que nos espera pra morar.
Meu pedacinho de amor
Que ainda nem chegou
Mas que já despertou minha consciência e amor.
E assim sigo a te esperar
Com melodia e canção no nosso verde lar.
Meu pedacinho de luz
Que ainda habita o mundo espiritual
Segue já em mim num verdadeiro e leve ritual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário