domingo, 12 de julho de 2015

Sinto


Sinto o meu corpo dançando em compasso com o universo.

Sinto a música que vêm da natureza e com ela o meu corpo vai se expressando através de suaves movimentos em sintonia com o seu ritmo e energia.

Sinto a natureza conversando com o meu interior.
Sinto a esperança e o amor num leve despertar de uma criança, e em cada sorriso seu, representa um recomeço.

Sinto a suavidade e delicadeza da harpa tocando em de mim, 

 E tudo que for diferente disso, eu descarto.

Sinto cada evolução que cresce dentro de mim. 
Sinto cada despertar para as coisas do mundo.

Sinto a luz da lua e seus encantos. 
Sinto os meus desejos e vontades.

Eu bebo os sons que vêm das cachoeiras,
e vou seguindo o seu pulsar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário